Startups

 

Acreditamos no seu sonho e queremos apostar nele junto com você. Estamos aqui para mudar seu ponto de vista sobre o mundo contábil com uma linguagem mais clara e descontraída.  

 

Acreditar em sua visão de negócio e comprar seus anseios contribuí para realizarmos um bom trabalho. Poder ajudar uma nova empresa a crescer e fazer parte dessa história é o que nos move. 

Serviços:

Planejamento Estratégico

h

Planejamento Societário

Planejamento Tributário

Planejamento Financeiro

m

Folha de pagamento

Contabilidade

PLANEJAMENTO ESTRETÉGICO

O Planejamento estratégico destaca-se como uma ferramenta gerencial que assegura a implantação de estratégias competitivas, permitindo o direcionamento de recursos humanos, financeiros e tecnológicos para que os objetivos delineados pelos sejam alcançados, a curto, médio e longo prazos, são pontos a se destacar:

• Cenário (Pontos Fortes, Limitações, Ameaças, Oportunidades)

• Objetivo (ex. Triplicar o faturamento em 36 meses)

• Programa de ação (manter, desenvolver, etc.) 

h

PLANEJAMENTO SOCIETÁRIO

Proporciona maior segurança na adminstração e gerenciamento da Startup ou de um grupo econômico.  

 Com estruturação e constituição de sociedades com finalidades específicas, garantindo, por consequência, o planejamento sucessório, patrimonial e trbutário na gestão de recursos financeiros.

• Vesting – instrumento contratual que determina que, ao oferecer a opção de compra de ações da empresa, ela não pode ser concretizada imediatamente, mas se tornará disponível ao final de um período dos negócios com um contrato de investimento.

Acordo de quotistas – o acordo de quotistas visa minimizar os conflitos exixtentes em todas sociedades, principalmente naquelas mais propensas a gerar litígios.

 • Avaliação das atividades fiscais – a classificação nacional das atividades econômicas (CNAE) é uma das primeiras determinações para abertura de uma empresa, apesar de ser uma classificação que a princípio parece simples, pode tornar uma dor de cabeça no planejamento tributário de uma startup, já que o sistema brasileiro ainda não se adaptou às inovações e tecnologias recentes, suas classificações são engessadas e precisam de bem definidas e adaptadas às atividades da entidade ser constituída.

• Enquadramento Societário – O melhor tipo de enquadramento (MEI; ME EIRELI, LTDA; S/A; SCP; MISTA; SPE) para a sua empresa dependerá de vários fatores: o tipo de atividade ou produto que será oferecido, os objetivos e o grau de responsabilidade de cada sócio. Ao escolher o tipo societário, escolhem-se também quais são seus direitos e obrigações perante a sociedade e terceiros. A escolha depende, sobretudo, do conhecimento acerca da legislação específica, pois a forma societária assumida influenciará em todas as atividades de seu negócio, desde a tributação até a contratação de empragados.

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

O objetivo é a redução legal de impostos, que representam uma importante parcela dos custos empresariais. Diante da atua; situação da carga de impostos e da constante mudança na legislação, torna-se uma ferramenta essencial para a sobrevivência da empresa.

• Enquadramento tributário – o regime tributário a ser enquadrado a empresa será impescindível ao planejamento financeiro, uma vez que dependendo da escolha do regime (SIMPLES, LUCRO PRESUMIDO, LUCRO REAL) as alíquotas e forma de tributação impactará diretamente nos resultados da Startup, sejameles tributárias ou até mesmo nos encargos trabalhistas; 

• Relação com a atividade fiscal – determinado já no planejamento societário a classificação nacional de atividades econômicas (CNAE) é fundamental para um bom planejamento tributário, uma vez que as atividades fiscais etão relacionadas a regimes e alíquotas tributárias.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

O planejamento financeiro serve para projetar as receitas e as despesas da empresa, com a finalidade de indicar a situação econômica dos
negócios. 

Ao realizá-lo, é possível visualizar claramente quanto você pretende faturar, gastar, investir e lucrar, podendo assim planejar a melhor
forma que utilizará seus recursos, são algumas ferramentas: 

· Orçamento – Permite fazer um planejamento de como os recursos monetários da empresa serão utilizados ao longo de certo período. Basicamente, então, ele mapeia como a receita será distribuída entre os custos, despesas e investimentos da empresa.

· Break even – Ponto de equilíbrio de uma empresa, ou seja, quando as receitas pagam os custos e o negócio se torna lucrativo.·

 Fluxo de Caixa – Gerir as questões financeiras com excelência é algo fundamental para que um negócio seja bem sucedido. Nesse sentido, o fluxo de caixa é de extrema importância para a otimização e a alocação dos recursos financeiros de um empreendimento.

· Investimento – É fácil imaginar que no trabalho de um gestor de venture capital uma das rotinas mais comuns seja o de analisar projeções financeiras das empresas candidatas a investimento. O que não é tão óbvio assim é o erro mais comum que encontramos nessas projeções: o cálculo da necessidade de investimento.

· Controle interno –  Com o crescimento, a startup precisará de sistemas de gestão, financeiro, documentos, notas fiscais e etc. No começo, no entanto, tudo pode ser feito com plataformas gratuitas ou com o pacotes básicos do “office”, mas o controle interno deve respeitar regras básicas como alçadas, quem executa e responsabilidades;

FOLHA DE PAGAMENTO

Se a empresa considera a folha de pagamentos como obrigação e não um investimento, estará fadada a ser uma empresa do passado, em que os funcionários eram peças intercambiáveis em operações que requeriam repetições e pouca criação de conhecimento. No mundo moderno, gerenciar de forma ineficiente a folha de pagamentos traz desmotivação e dificulta a retenção dos mais talentosos, em uma Startup alguns pontos para um bom gerenciamento da folha são: 

· Relação sindical – o enquadramento sindical no Brasil é um fator importante para determinação dos gastos com folha, sendo assim, a escolha do sindicado precisa ser bem avaliada após a criação da empresa.

· Gestão de benefícios – os benefícios as vezes são tão importantes quanto o salário, e uma boa gestão deles propicia ao colaborar tranquilidade em suas rotinas. 

· Gestão de pontos – O ponto eletrônico é um ótimo controle para os gastos, no entanto, na maioria das vezes torna-se maçante ao colaborar, hoje a diversas ferramentas desenvolvidas por Startups que determinam esse controle e de uma forma mais adequada a nossa realidade digital, e o mais importante, essas plataformas estão adequadas às portarias no 1510/09 e 373/11 do Ministério do trabalho. 

m

CONTABILIDADE

 

Startups, assim como qualquer tipo de negócio que se desenvolve e alcança bons rendimentos, necessitam de um cuidado redobrado em relação aos seus diversos aspectos de funcionamento, entre eles aqueles relacionados à contabilidade. 

Engana-se quem atrela a empresa contabilidade aos registros contábeis, ou seja, a contabilidade, e alguns controles e informações são essências para o crescimento e apresentação de uma Startup, são alguns deles: 

 

· Plano de Contas – O plano de contas contábil é o “alfabeto” da sua empresa, ele bem definido o sócio e qualquer terceiro, seja ele investidor, fornecedores, parceiro conseguirá ler. 

· Práticas Contábeis – São as normas, os procedimentos, as convenções, as regras e as próprias práticas específicas adotados por uma entidade na elaboração e na apresentação de suas demonstrações contábeis.

· Balancete –    É o principal demonstrativo contábil. Reflete a Posição Financeira em determinado momento, normalmente de um determinado período prefixado. É como se tirássemos uma foto da empresa e víssemos de uma só vez todos os bens, valores a receber e valores a pagar em determinada data, dependendo do estágio (na maioria das vezes) da Startup será a principal demonstrativo a ser apresentado, e com certeza em um processo de avaliação seja ele de Valuation, M&A (Compra e Venda), aporte de capital e etc, será solicitado. 

 

· Demonstrações Contábeis e Notas Explicativas – As notas explicativas são parte integrantes das demonstrações contábeis formadas pelo Balanço Patrimonial, DRE (Demonstração do Resultado), Fluxo de Caixa, DMPL (Demonstrações da Mutação do Patrimônio Líquido), DRA (Demonstração do Resultado Abrangente), DVA (Demonstração do Valor Adicionado), sim todas essas obrigações são obrigatórias dependendo do nível
de maturação da Startup, no entanto, terem elas desde de um determinado de tração demonstra o quanto transparente a Startup para com os acionistas e teceiros.

· KPIs – Os KPIs (key performance indicators), ou seja, os indicadores que mostram se você continua no caminho, são confiáveis e determinantes em sua maioria das vezes quando calculados com base nas demonstrações contábeis.

· EBTIDA – A sigla é um acronimo para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation, and Amortization. Em português, Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. É um indicador financeiro que se tornou bastante popular, é muito utilizado por empresas de capital aberto, analistas financeiros e startups. Também utilizado no Valuation, e importante ressaltar que o EBTIDA é calculado com base nas demonstrações contábeis. 

A AdvisorBPO possuí diversos tipos de benefícios e programas, especialmente direcionados às Startups e empreendedores que estão iniciando novos projetos.

 

 

A AdvisorLAB é um espaço de coworking para startups, e empreendedores que estão desenvolvendo novos projetos, que necessitam de um abiente compartilhado. 

Programa de benefícios que oferecemos por meio de parcerias com aceleradoras, incubadoras, associações e programas de apoio, para estimular o crescimento das Startups e auxiliar à regularização de seus negócios. 

55 11 3262.1981

Alameda Santos, 1293 - cj 64 - Jardim Paulista - CEP 01419 002

contato@advisorbpo.com